Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge | Crítica do Filme (2)

Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge | Crítica do Filme (2)

nota5Batman

Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge (The Dark Knight Rises) é o último filme da trilogia dirigida por Christopher Nolan. A história começa oito anos após a morte de Harvey Dent e o Cavaleiro das Trevas continua sendo um vilão para toda Gotham City depois de assumir a culpa pela morte do promotor. Agora, ele terá de lidar com a chegada de uma ladra muito esperta e misteriosa. No entanto, é o aparecimento de Bane (Tom Hardy), um terrorista mascarado, que fará Bruce Wayne (Christian Bale) enfrentar um dos seus maiores desafios.

Não vou estender muito a sinopse, pois não quero estragar as surpresas do filme, mas posso dizer que este é, com certeza, o melhor dos três, isso se não for um dos melhores filmes que já tive o prazer de assistir.

Anne Hathaway interpreta Selina Kyle, mais conhecida como “Mulher Gato”. Como eu já esperava, ela não decepcionou. Ao contrário, nos presenteia com uma atuação maravilhosa. Talvez eu seja suspeito para falar dessa atriz, já que adoro praticamente tudo que ela faz, mas acho que concordariam comigo quando digo que, como “Mulher Gato”, está perfeita.

Tom Hardy está irreconhecível como Bane. Durante o filme não havia identificado quem era o ator por detrás da máscara. Para viver o personagem, ele teve que ganhar massa muscular. Aproximadamente 14 quilos de músculos, aumentando seu peso para 90 quilos.

Roteiro, atuações, figurinos, fotografia… Tudo perfeito! Não existe a menor possibilidade de eu escrever alguma coisa negativa sobre este filme.

NOTA: 5