Gravidade | Critica do Filme

Gravidade | Critica do Filme

nota5Gravidade PosterGravidade é um filme que consegue ao mesmo tempo ser simples e complexo. Tal complexidade não vem apenas nos desafios que o diretor Alfonso Cuarón deve ter tido para fazer um filme inteiro com seus personagens sem tocar o chão, mas também na reflexão que é a vida vista do espaço, esse que no contexto do filme é o grande vilão. Assim como começa o filme, “é impossível a existência de vida no espaço”.

Com longas sequências, o filme consegue prender a atenção do início ao fim, e a imersão que a película causa consegue transformar a própria platéia em astronautas. Com o bem usado 3D e a predominante ambientação escura do espaço com a da sala de cinema, torna essa mescla uma unidade só e faz a tensão da trama ficar ainda maior. Você não assiste ao filme, mas sim participa dele.

Sem explosões espetaculares, o longa mantém o máximo de fidelidade com a física e consegue sem esforço deixar a aventura vivida pela personagem de Sandra Bullock ainda mais real. Cenas marcantes como a chegada de estilhaços ao Hubble no qual desencadeia toda a trajetória vivida pelos personagens, certamente transformarão o filme uma referência ao cinema do gênero. Uma outra cena incrível é a da personagem de Bullock dentro de uma base retirando sua enorme roupa de astronauta. A analogia a um feto fica ainda mais marcando com o final escolhido pelo diretor.

Gravidade é de longe o melhor filme de 2013 até o momento. Alfonso Cuarón conseguiu extrair de Sandra Bullock e George Clooney o melhor que cada um dos atores há muito tempo não oferecia. Perdemos qualquer referência dos filmes ruins de ambos de tão convincente são eles em seus papeis (apesar dos diálogos serem bem mornos).

Gravidade, é muito mais do que um filme. É uma reflexão de quão frágil e pequenos nós humanos somos. O planeta Terra se torna um terceiro personagem, e nele está a salvação daqueles que vimos em tela. O azul contrastando com a cor preta do espaço explode na tela quando é exibido. Ao subir os créditos certamente o filme irá estimular uma reflexão da importância que encaramos determinados fatos da vida e o quão pouco damos valor a pequenas coisas.


Galeria de imagens:

[nggallery id=46]