Namoro ou Liberdade | Crítica do Filme

Namoro ou Liberdade | Crítica do Filme

 
namoro ou liberdade

_Estrela_EstrelaEstrela_ApagadaEstrela_ApagadaEstrela_Apagada
Três amigos se encontram em um momento da relação onde eles não sabem realmente se estão ou não namorando com suas parceiras.

 

Estréia: 20 de março de 2014

 

 

 

namoro-liberdade

 

Zac Efron é sem dúvida um rapaz talentoso que infelizmente não tem escolhido bem seus papeis. Sua nova arriscada nos cinemas, Namoro ou Liberdade ele divide o “palco”junto com Michael B. JordanMiles Teller, ambos estarão no próximo filme do Quarteto Fantástico. O primeiro como Tocha Humana e o segundo como Senhor Fantástico. Os três sem dúvida possuem química em tela e convencem muito bem que são amigos enfrentando o desafio da conquista ao sexo oposto, porém o filme é prejudicado por falta de ritmo, piadas prontas e diálogos inverossímeis.

 

A tentativa de fazer um “Sex and the City” para o sexo masculino se concretizou, mas infelizmente não teve muito sucesso. O filme adentra fortemente dentro das conversas entre amigos, libertadas de pudores e sem papas nas línguas quando o assunto são as mulheres, porém, o diálogo soa de forma tão artificial que mesmo com os três fazendo de tudo pelo personagem, não convence. A inserção de um drama dentro da comédia faz do filme ainda mais  perdido, sem saber exatamente o que quer transmitir ao público.

 

Na trama, Jason (Zac Efron) e seu melhor amigo Daniel (Miles Teller) levavam uma vida de festas, farra e muita diversão, sem relacionamentos sérios. Após o divórcio de Mikey (Michael B. Jordan) juntam-se para ajudá-lo a esquecer a ex-esposa, só que aos poucos cada um deles começa a se envolver com diferentes mulheres que mudam seu jeito de pensar, até chegar ao momento onde deverão escolher entre a liberdade da vida de solteiro ou o compromisso de um namoro.

 

Namoro ou Liberdade é uma comédia adolescente feita para adolescentes. A garotada descompromissada que está na fase “escola, cinema, clube, televisão” irá gostar do filme que busca puramente um entretenimento. A falta de compromisso faz da produção um filme leve, porém se a intenção for gerar risadas, o longa falha absurdamente.