The Walking Dead | Review do episódio “Clear” (S03E12)

The Walking Dead | Review do episódio “Clear” (S03E12)

the-walking-deadMuitos estavam esperando um final de temporada já nesse episódio 12 do terceiro ano de The Walking Dead, porém muita água ainda vai rolar dentro da trama apocalíptica zumbi. Em “Clear” a série foge da trama principal para estreitar laços entre alguns personagens que estavam ali em segundo plano e retomar uma ponta solta na história, que na minha opinião foi resolvida muito cedo.

Logo que Rick começou sua jornada nesse novo mundo repleto de zumbis,  ele foi salvo por um senhor e seu filho na cidade em que vivia. O nome desse senhor era Morgan Jones e em diversos episódios Rick tentou manter uma comunicação com ele através de um walkie talkie, porém todas as vezes sem sucesso.

Rick, Carl e Michonne retornam à cidade em busca de armas e suprimentos antes de chegarem ao forte do Governador, e deparam com o que parece ser o último vivo do local que montou diversas armadilhas para se defender dos zumbis, o próprio Morgan.  Com a solidão o personagem se mostra transtornado e ataca o grupo visitante, reconhecendo Rick após um bom tempo de conversa.

O episódio se destaca pela relação que Rick e Carl possuem com Michonne, que eles classificam como “temos um inimigo em comum”. Tal relação nessa jornada na cidade promete se estreitar, e finalmente Michonne fazer parte definitivamente do grupo.

Mais uma vez, não sei como os fatos ocorrem nos quadrinhos, mas eu julguei o retorno de Morgan à série muito rápido. Cenas do Rick ainda tendo esperança em encontrar o amigo e seu filho vivos poderiam render bons monólogos do personagem no futuro descrevendo o que eles vivenciaram até o momento. Foi um episódio apenas para cumprir tabela, pois a trama principal da temporada não foi para frente, apenas deixou Michonne um pouco mais humanizada quanto o contato com os outros personagens.

Michonne realmente é sem dúvida a personagem mais interessante dentro da trama atual. Aos poucos vamos se aprofundando nela descobrindo sobre o seu passado e o que aconteceu até ser a justiceira solitária espadachim que conhecemos. Aguardemos episódios melhores, pois não adianta esticarem a temporada para mais 6 capítulos se não focarem mais no arco dramático principal da série.