Turma da Mônica – Laços | Resenha da Graphic Novel

Turma da Mônica – Laços | Resenha da Graphic Novel

nota5turma-da-monica---laçosQuando penso em Turma da Mônica e inevitável que um sentimento de nostalgia não tome conta de mim. Acredito que assim como eu, muitas pessoas da minha idade chegou ao mundo da leitura através dos incríveis quadrinhos criados por Maurício de Souza. Em Turma da Mônica – Laços não existe outro sentimento além desse: pura nostalgia e inocência.

Vitor e Lu Cafaggi, autores e desenhistas dessa verdadeira obra de arte em formato de Grapgic Novel também cresceram se alfabetizando com a turminha e souberam fazer uma releitura que impressiona. Logo nas duas primeiras páginas, as cores, a textura e a sutileza já nos transpira a carga emotiva que os quadrinhos possuem.

Repleto de referências e homenagens (algumas até inesperadas como a citação ao clássico oitentista Warriors), a história vai se revelando como um verdadeiro longa  da “década perdida”, pois é uma ode aos filmes de amizade.

A colorização de Priscila Tramontano faz com que toda atmosfera confortável que a HQ transmite seja ainda mais enfatizada. O cuidado por deixar a tonalidade em sépia nas cenas de flashback automaticamente nos remete uma trilha sonora confortante como um verdadeiro filme exposto em quadrinhos.

Turma da Mônica – Laços é um item obrigatório na coleção de admiradores da obra de Maurício de Souza ou por aqueles que simplesmente gostam de usufruir de um material de uma qualidade impecável: ótimo roteiro, ótimos desenhos e excelentes sensações nostálgicas.