Madagascar 3 | Os Procurados – Crítica do Filme

Essa semana chega aos cinemas a terceira aventura dos animais que fogem do zoológico de New York, Madagascar 3 : Os Procurados. Cansados da África, os animais partem para uma jornada em busca de um meio para voltar para o seu tão sonhado lar, contufo acabam parando em um circo europeu em decadencia e fazem novas amizades que os farão repensar qual o verdadeiro lugar deles.

Madasgascar já não é mais uma novidade. Sua fórmula e humor continuam divertidíssimos e usados de forma inteligente dentro do roteiro. Nesse novo capítulo o filme  retoma a originalidade que o primeiro filme teve em 2005, bem diferente do segundo que possui uma história fraca e cenas que não tem como não lembrar de “O Rei Leão”.

Contudo, esse é mais um daqueles filmes onde a imagem dos mocinhos estão tão desgastada que o vilão toma a cena fazendo com que grande parte do humor parta dele. Alex, Marty, Melman, Gloria, Rei Julien, Maurice, os pingüins e os chimpanzés enncaram dessa vez a Capitã Chantel DuBois, que estám mais para Piaf-aranha-cão do que uma vilã. Quando ela entra em cena pode ter certeza que alguma coisa extremamente exagerada irá acontecer. Um destaque tem que ser dado para o músical dela no hospital.

Apesar de pedaços inconsistencias no roteiro o filme mantem um ritmo frenético que prende sua atenção durante seus 85 minutos. Creio que foi o melhor 3D de animação que assisti no cinema até hoje.

Madagascar 3: Os Procurados tem um elenco de peso sublando. Entre eles estão Ben Stiller, Chris Rock, David Schwimmer (saudoso Ross Gueller de Friends), Jada Pinkett Smith, Cedric the Entertainer, Sacha Baron Cohen, Frances McDormand entre outros. No Brasil também temos os globais Heloisa Périssé e Marcos Frota que emprestam suas vozes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *